Centroavante clássico, veloz e com chute forte. Esse era Francisco Ernandi Lima da Silva, o Mirandinha. Nascido em Chaval, no Ceará, foi revelado pelo Ferroviário de Fortaleza e rodou por diversas equipes até chegar no Palmeiras, onde teve seu ponto alto na carreira. O desempenho levou o jogador para a Seleção e ao Newcastle, sendo o primeiro brasileiro na liga inglesa. Saiba mais sobre essa história em mais uma edição do Dale Verdão Especial!

Carreira antes do Palmeiras

Dando seus primeiro passos no Ferroviário de Fortaleza, Mirandinha teve como primeiro clube profissional a Ponte Preta em 1978/1979. Na temporada seguinte encontrou o Palmeiras, só que o do interior paulista, situado na cidade de São João da Boa Vista. Após, passou por Botafogo, Náutico, Portuguesa, Cruzeiro e Santos, até finalmente ser contratado pelo Verdão.

Desempenho no Verdão e ida para a Inglaterra

O atacante desembarcou na equipe palestrina em 1986, fazendo grandes partidas. Em um dos melhores momentos com o manto esmeraldino foi essencial para a classificação do Verdão no Paulistão do mesmo ano, contra o Corinthians, anotando dois gols no clássico. Ele terminou balançando as redes em 46 oportunidades (apenas Evair teve números melhores, marcando 53 gols em 1994).

Suas atuações chamaram a atenção do então técnico do Brasil, Carlos Alberto Silva, que o convocou para a disputa de quatro jogos em 1987. Em um deles, diante da Inglaterra, pela Taça Stanley Rous, foi o autor do tento canarinho no empate em 1 a 1. O feito chamou a atenção do Newcastle, que pagou 575 mil libras pelo atacante. Mesmo com as dificuldades na adaptação, fez ótima primeira temporada e anotou 13 gols em 33 partidas no Campeonato Inglês, ajudando a equipe a terminar na oitava colocação.

Mirandinha defendendo a camisa do clube inglês (Foto: Reprodução/ Newcastle)

Na temporada seguinte as coisas foram diferentes e não aconteceram como o desejado. O Newcastle acabou rebaixado para a segunda divisão, terminando na última posição. A queda foi decisiva para o retorno de Mirandinha ao Brasil. O curto período na Terra da Rainha, anotando 24 tentos em 67 duelos, rendeu até música da torcida.


“We’ve got Mirandinha, he’s not from Argentina, he’s from Brazil, he’s fucking brill” (em tradução para o português, “Nós temos Mirandinha, ele não é da Argentina, ele é do Brasil. Ele é brilhante”)


Voltando ao Palmeiras em 1990, ele queria brilhar da mesma forma que fez em sua primeira passagem e também tinha outra motivação: buscar uma vaga na Copa do Mundo que seria disputada no mesmo ano. Assim como em seu segundo ano na Inglaterra, o atacante cearense não teve o desempenho esperado. Ao final da temporada se transferiu para o rival Corinthians, indo na sequência para o Fortaleza e encerrando a carreira no Shimizu S-Pulse, do Japão.

Números pelo Palmeiras

  • 140 jogos (52 vitórias, 47 empates e 41 derrotas)
  • 63 gols
  • Média: 0,45 gols/jogo